Terça, 24 de Maio de 2022
27°

Nuvens esparsas

Salvador - BA

Camaçari Educação

Seduc já oferta café da manhã em 12 escolas e ampliação continua

A secretária da Educação, Neurilene Martins, destacou a importância da alimentação escolar no contexto dos processos de ensino-aprendizagem.

13/05/2022 às 15h55
Por: Redação III Fonte: Ascom PMC
Compartilhe:
Foto - Divulgação PMC
Foto - Divulgação PMC


A Prefeitura de Camaçari, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), segue promovendo a ampliação da oferta do café da manhã para os estudantes da Rede Pública Municipal de Ensino. Mais dez escolas foram incluídas desde o lançamento da iniciativa, realizado simultaneamente nos Centros Integrados de Educação Infantil (Cieis) Caminho do Mar e Pomar Encantado, no dia 19 de abril. Com o avanço progressivo, mais cinco escolas iniciaram a oferta do desjejum esta semana, totalizando 12 unidades até o momento, na sede, costa e zona rural do município.

As adesões mais recentes ocorreram na quarta-feira (11/5), nas escolas municipais Profª. Laurita Souza Ribeiro, Denise Tavares, Sucupira e Conceição de Maria, além do Ciei Nova Vitória. Isso representa outros 775 alunos com mais uma refeição diária. Ao todo, cerca de 1.500 estudantes da rede já contam com o desjejum e a previsão é que, a cada semana, mais escolas sejam incluídas, até que a ampliação contemple todas as unidades de ensino públicas municipais.

A secretária da Educação, Neurilene Martins, destacou a importância da alimentação escolar no contexto dos processos de ensino-aprendizagem. “Vamos continuar acompanhando essa oferta progressiva de perto, para garantir que, em breve, todos os estudantes da rede, nas escolas municipais da costa, sede e zona rural, tenham acesso à refeição adicional. Essa é uma ação de natureza social com desdobramentos pedagógicos, pois um aluno bem alimentado aprende melhor”, afirmou a secretária.

Nas unidades de ensino, a novidade é recebida com alegria por toda a comunidade escolar e pelos pais/responsáveis dos alunos, como fica evidente na fala de Gleice Almeida, 37 anos, mãe de um aluno do Ciei Nova Vitória, unidade que oferta ensino integral a cerca de 40 crianças. “É o primeiro ano que ele está estudando e fico muito feliz vendo que essa escola tem toda uma preocupação com a alimentação dos alunos. Ele está gostando muito, está se alimentando direitinho e isso é muito bom”, avaliou Gleice, que é moradora da Nova Vitória, aprovando o cardápio da manhã, quando foi servido aipim, ovos e achocolatado.

O cardápio é diversificado e predominantemente formado por itens da agricultura familiar, como aipim, banana da terra, ovos e frutas diversas. Além disso, a equipe de cozinheiras e nutricionistas foi reforçada e vem implementando nas escolas, programas de educação nutricional, levando em consideração a realidade de cada instituição. A professora Gisele Valadares afirma que já percebe mudanças positivas. “É uma ação de grande valia, sobretudo esse acompanhamento nutricional. Isso possibilita, também, a utilização da alimentação no nosso conteúdo didático, através dessa interação das nutricionistas com o pedagógico da escola”, contou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários