26°

Tempo nublado

Salvador, BA

Geral Artigo

93 anos de Vida - 80 Anos de Devoção a Santo Antônio

Com 93 anos de vida, neste dia dedicado a Santo Antônio, dona Jandira mantém o legado passado de seu pai como instrumento de fé que atinge diversas pessoas na cidade de Camaçari.

13/06/2024 às 14h40 Atualizada em 13/06/2024 às 14h58
Por: Redação I Fonte: Mateus Mozart Dórea
Compartilhe:
93 anos de Vida - 80 Anos de Devoção a Santo Antônio

Que Junho é o mês da melhor festa do ano, todo mundo já sabe. O que muitos não tem conhecimento é que Junho além das festividades do São João, temos um grande Santo que é relembrado antes de todos: Santo Antônio de Pádua. Na capital soteropolitana, são 430 anos de história com a tradicional trezena. A primeira capela dedicada ao santo também foi construída em Salvador, no ano de 1594. Tradição que nasceu em Portugal e trazida pelos portugueses ao Brasil, se instalou primeiro na Bahia e aqui se faz morada em muitos corações. 

É na região metropolitana de Salvador, em especial, na cidade de Camaçari que, essa tradição se faz presente a cada ano. A tradicional trezena que começa no dia 01 e vai até o dia 13 de Junho tem particularidade especial na vida de Dona Jandira. Moradora de Camaçari há décadas, com 5 filhos, a matriarca completou neste ano 93 anos. Idade essa que com vivacidade mantém os treze dias de orações, pedidos e agradecimentos ao santo lusitano.

Foi nesse propósito que a mesma abriu a sua residência ao Portal Revista Metropolitana para apresentar um pouco dessa história de fé. Foi com treze anos de idade que a mesma assumiu a responsabilidade de fazer a “reza” de Santo Antônio por intermédio de seu amado pai, o senhor Amâncio José. Com a idade avançada, o mesmo confiou a Jandira a tradição que para ele um dia também foi confiada. Tal confiança foi passada sem poder dizer um não. Como uma boa e obediente filha, Dona Jandira por sua vez, a partir daquela data, tomou para si e, todo dia 01 de Junho volta o olhar para Santo Antônio, relembra desse compromisso e eleva até o dia 13 a tradição passada de pai para filha.

Perguntada sobre passar o bastão para o próximo responsável para preservar a tradição, Dona Jandira olha para a filha que está a sua frente, Dona Renilda, mas não confirma, ao contrário, diz que ainda não é a hora de confiar na sucessão da reza. Enfatiza que um mordomo da família era responsável por cada dia, porém, a família foi crescendo e a reza também que hoje em dia até os tradicionais visitantes pedem um espaço na agenda para serem os responsáveis titulados “noiteiros”.  

(Dona Jandira - 93 anos e sua filha, Dona Renilda que acredita ser a sucessora da tradição)

A reza sempre foi regada por muito amor, devoção e, além do mais, uma expressão cultural pois, todas as noites tinha o samba, a comida típica e, não poderia faltar, o licor. Mesmo com o passar dos anos, mesmo com 80 anos puxando a reza, Dona Jandira garante que a reza é a mesma e faz questão de preservar tendo a mesma toda manuscrita em seus cadernos de orações a Santo Antônio. Quando se fala nas Graças alcançadas, a matriarca lembra muito bem de um período de sua vida em que se viu adoentada com suposta doença de chagas. De um lado a família toda preocupada, e do outro, dona Jandira confessa que fez suas preces a Santo Antônio tendo como resultado os exames que negaram tal doença. Atribui com muita emoção a Graças alcançada por intermédio da intercessão do santo português.

(Os Cânticos são os mesmos que ela entoa há 80 anos de devoção)

Além das Graças alcançadas, há também relatos de casamento que a tradicional trezena camaçariense pôde proporcionar a quem assim pediu. Relata dona Jandira um caso em que uma mulher fez o pedido para arranjar um casamento. Dito e certo! No outro ano, a bendita devota assim estava presente e continua a ir na trezena piedosamente todos os dias e todos os anos como gratidão na sua vida. Como um movimento histórico, a trezena ao Glorioso Santo Antônio, puxada por dona Jandira, já pode ser considerada um patrimônio cultural para aquele povo. Neste dia 13 de Junho, é o dia mais esperado por todos. Vai ter a reza tradicional, a despedida e, no final, o tão esperado samba para confraternizar a fé, devoção, resistência e agradecimentos.

Dona Jandira também é avó do cantor, compositor e percussionista Danrlei Orrico (O Kanalha). Ela fala com muito orgulho de como a fé em Santo Antônio impulsiona o sucesso para com o neto. Relembra que o neto sempre teve o dom da música e, foi com muito suor que chegou aonde está neste momento. Tendo uma tatuagem em homenagem ao santo, Danrlei se faz presente quase todas as noites e, não deixa de reverenciar a tradição da avó. Como marco principal, a família se reúne e, com um único coro, entoa os mais lindos hinos a Antônio de Lisboa.

(Danrlei e sua amada Avó - Dona Jandira - Foto: Instagram - arquivo pessoal dona Jandira)

Com toda essa história de fé, as tradicionais trezenas a Santo Antônio se fazem presente em nossa sociedade. É no exemplo de Dona Jandira, de 93 anos que, devemos ter como baluarte, como impulso e valorização para com a fé. São diversas as Graças como também os diversos devotos que estão neste dia rendendo os mais valorosos cantos. Antônio de Pádua se faz cada vez mais presente neste dia e na vida de muita gente que, com sinal vivo da fé, alcança muitas outras pessoas onde se incubem de não deixar essa tradição morrer. Viva Santo Antônio!

Por Mateus Mozart Dórea - Advogado; Bacharel em Direito pela Universidade Católica do Salvador; Pós-Graduado em Direito de Família e Sucessões; Professor de Legislação na Instituição Grau Técnico de Ensino.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Ivonete Nogueira Há 1 mês CamaçariViva santo Antônio!
Ivonete Nogueira Há 1 mês CamaçariÉ maravilhoso ler uma reportagem desse porte, com essa matriarca encantadora que é dona Jandira. Conheço-a de vista, mas não sabia desse marco histórico! Que santo Antônio conceda muitos anos de vida e que Deus abençoe toda sua família! Gratidão pela matéria! Excepcional! Deus abençoe!
Mostrar mais comentários