26°

Tempo nublado

Salvador, BA

Geral Cursos

Pronatec Mulheres Mil inicia cursos de formação profissional

O evento contou com a presença de estudantes e gestores da Secretaria da Educação do Estado. 

10/07/2024 às 09h28
Por: Redação III Fonte: secom bahia
Compartilhe:
Pronatec Mulheres Mil inicia cursos de formação profissional

Uma aula inaugural marcou o início dos cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) da Linha de Fomento Bolsa – Formação Mulheres Mil. A atividade aconteceu na tarde desta segunda-feira (8), na biblioteca do Colégio Estadual de Tempo Integral José Dias de Sales, em Jardim Cajazeiras, Salvador. O evento contou com a presença de estudantes e gestores da Secretaria da Educação do Estado. 

O Pronatec, criado por meio da Lei Federal n° 12.513/2011 e executado na Bahia por meio da Secretaria da Educação do Estado (SEC), expande e democratiza o acesso a cursos de Educação Profissional e Tecnológica (EPT) para pessoas em situação de vulnerabilidade, ampliando o acesso ao mercado de trabalho e a melhores condições de vida. A Linha de Formação Mulheres Mil é direcionada para mulheres cisgênero, transgênero e travestis, vítimas de violência física, psicológica, sexual, patrimonial e moral, muitas delas vivendo em áreas com infraestrutura deficitária.

Foto: Ascom/SEC

Nesta etapa, 350 vagas foram distribuídas entre os cursos de Artesã de Biojóias, Artesã de Bordado à Mão, Manicure e Pedicure, Maquiadora, Microempreendedora Individual (MEI) e Salgadeira. Estefane Santos da Silva, 17 anos, inscrita no curso de Manicure e Pedicure, expressou sua alegria em participar do programa: “esses cursos abrem novas oportunidades para todas nós que vamos realizá-los. É um aprendizado que, no futuro, vai fazer a diferença na minha vida. Eu ainda não sei qual curso de faculdade quero fazer e sinto que isso vai me ajudar a traçar um caminho. Minha expectativa é aprender bastante e, a partir dessas aulas, encontrar uma profissão”.

O superintendente da Educação Profissional e Tecnológica, Ezequiel Westphal, destaca como essa política pública fortalece a autonomia feminina: “este é um programa de extrema importância, que resgata a identidade feminina no fortalecimento de mulheres vitimadas por várias situações de vulnerabilidade e de violência sofridas em suas vidas. Aqui, nós vamos receber vários coletivos de mulheres muito significativos. Este programa oferece às mulheres a possibilidade de terem uma formação na Educação Profissional e a elevação da sua escolaridade por meio da Educação para Jovens e Adultos”.

Durante a aula inaugural, as contempladas receberam os kits com o material pedagógico e as orientações para participação das atividades práticas. Sueli dos Santos de Jesus, 37 anos, compartilhou sua expectativa com as aulas: “para mim é uma honra participar desse curso. Estou muito feliz por ter essa oportunidade. Minhas expectativas são as melhores e pretendo me aprimorar cada dia mais. Já trabalho com isso e agora vou atrás do meu certificado”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários